Primeiro folder informativo do CIT

O projeto Centro de Informações Toxicológicas do Amazonas (CIT/AM) teve início em 1985 pelo professor titular de Toxicologia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Dr. João Ferreira Galvão, que trouxe em suas mãos o acervo de microfichas da Fundação Oswaldo Cruz e alguns livros da área.

Leitora para micro-fichasSomente em 1990 foi conseguida a leitora para micro-fichas (imagem ao lado) e, em março do ano seguinte, a instalação no Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), o que permitiria, no futuro, o funcionamento ininterrupto.

O CIT/AM passou a funcionar em uma sala exclusiva no Serviço de Farmácia, ficando sob a coordenação do chefe do serviço, o Prof. Raymundo Lopes Monteiro; auxiliava no tratamento das intoxicações atendidas no HUGV, carecendo ainda de linha telefônica exclusiva.

Em 1993 a coordenação foi assumida pela professora da disciplina de Toxicologia da UFAM, Dra. Ana Cyra dos Santos Lucas, neste período foi atualizado o banco de dados do centro e, em 1995, foram viabilizados a linha telefônica exclusiva e bolsas de trabalho que garantiriam o funcionamento 24 h por dia, 7 dias por semana.

Trabalhos de divulgação do serviço e um projeto de criação do Banco de Antídotos foram iniciados. Em 1996, devido ao doutorado da então coordenadora, a farmacêutica Andréa Carneiro assumiu a coordenação, dando continuidade às atividades de atendimento telefônico de intoxicações, dispensação de antídotos e divulgação do serviço.

Em junho de 2004, devido à possibilidade de exigência de diretrizes mínimas para o funcionamento dos CITs, foi cogitado o encerramento das atividades do serviço, havendo reação contrária por parte dos Farmacêuticos do Serviço de Farmácia e docência de Toxicologia/UFAM, o que desencadeou na nomeação da farmacêutica Taís Galvão como coordenadora, em 15 de julho de 2004.

Em setembro de 2006, por deliberação do Conselho Técnico Administrativo do Hospital Universitário Getúlio Vargas, o serviço passou a ser denominado Centro de Informações Toxicológicas do Amazonas.

Atualmente, com mais de 20 anos de história, o CIT/AM presta atendimento telefônico em plantão permanente realizado por acadêmicos da área da saúde e farmacêuticos do Serviço de Farmácia/HUGV. Busca seu espaço na sociedade amazonense, mostrando-se presente e eficiente em seus serviços, e espera, através da sensibilização das administrações públicas, melhorar a qualidade dos serviços prestados, através de incremento nos recursos humanos e financeiros, que garantirão o nível de excelência esperado por todos nós.

»» Voltar para Página Inicial ««

Centro de Informações Toxicológicas do Amazonas © 2006 - Todos os direitos reservados
Avenida Apurinã, nº 4, Praça 14 de Janeiro CEP: 69020-170 - Manaus / AM - Fone (92)  3305-4702 ou 0800 722 6001 (ligação gratuita)