Nome Popular: Pinhão-Roxo, Pinhão-de-Purga, Pinhão-de-papagaio, Pinhão-bravo, Mamoninho, Purgante-de-cavalo.
Nome Científico: Jatropha curcas.
Parte Tóxica: Folhas e Frutos.
Princípio Ativo: Curcina (toxalbumina).
Toxicologia: Distúrbios digestivos (toxoalbumina)-seiva irritante. Os glicosídios presentes na casca da semente agem deprimindo a respiração e o sistema cardiovascular e estimulando a musculatura gastrointestinal. Estudos experimentais mostram efeitos sobre a coagulação sanguínea. A curcina age como irritante da mucosa gastrointestinal, tendo ainda, ação hemaglutinante. O complexo resino-lipóide seria o responsável pela dermatite de contato. A planta contém látex de sabor desagradável, de grande potencial irritante das mucosas e pele. Os espinhos de seus ramos também têm poder lesivo.
Sinais e Sintomas: A ingestão causa náusea, vômitos, cólicas abdominais, diarréia muco-sanguinolenta. Dispnéia (falta de ar) e até parada cardíaca.
O que fazer no caso de Intoxicação? Observar sinais vitais. Fazer a descontaminação da boca e pele e provocar vômitos. Ligar para o CIT (0800 722 6001) ou para o SAMU (192).

AVELÓS | BICO-DE-PAPAGAIO | CINAMOMO | COMIGO-NINGUÉM-PODE | COPO-DE-LEITE | COROA-DE-CRISTO
ESPIRRADEIRA | MAMONA | MANDIOCA-BRAVA | PINHÃO-ROXO | SAIA-BRANCA | TAIOBA-BRAVA | TINHORÃO | URTIGA

»» Voltar para prevenção ««

Centro de Informações Toxicológicas do Amazonas © 2006 - Todos os direitos reservados
Avenida Apurinã, nº 4, Praça 14 de Janeiro CEP: 69020-170 - Manaus / AM - Fone (92) 3305-4702 ou 0800 722 6001 (ligação gratuita)